ADPF participa de manifestações nacionais contra a PEC 32 nos dias 19 e 23 de junho

ADPF solicita documentos para cumprir sentença relativa à contribuição previdenciária
15 de junho de 2021
Exibir tudo

ADPF participa de manifestações nacionais contra a PEC 32 nos dias 19 e 23 de junho

A Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF) se une às demais entidades de classe que representam as mais diversas categorias do serviço público para chamar a atenção, nos dias 19 e 23 de junho, contra a tramitação da PEC 32/2020 (reforma administrativa), no Congresso Nacional. As entidades estarão mobilizadas em todo o País para alertar a sociedade, imprensa e, principalmente, a classe política.

Para as categorias, esta mudança constitucional não busca a eficiência ou maior profissionalização dos serviços públicos. “Busca atender a interesses estranhos aos do povo brasileiro”, diz o manifesto divulgado sobre a mobilização.

Sustentam as entidades que, se estabelecer regras de flexibilização e terceirização de serviços públicos essenciais à população, a PEC da reforma administrativa acaba por criar uma situação incompatível com o regime republicano, ainda mais considerando a possibilidade de concentrar, nas mãos do Poder Executivo, prerrogativas inúmeras por Decreto Autônomo, para mudar a estrutura da administração pública de acordo com sua vontade política e pessoal.

“Manter um funcionalismo público com vínculo e responsabilidade funcional nos protege destas ingerências, sendo um claro exemplo os absurdos recentemente verificados na área ambiental, em que graças à estabilidade dos servidores resistiram-se às pressões contrárias em desfavor de suas atuações legais e constitucionais”, reforça o documento.

No manifesto, as categorias também chamam a sociedade para reagir contra a reforma administrativa e pressionar os deputados federais para que não aprovem a proposta.

Participe das manifestações e contribua com o envio de mensagens aos parlamentares, conforme instruções do site:
https://www.servirbrasil.org.br/pec32nao/

Confira o manifesto na íntegra